Mentoring

Coaching e Mentoring: O que diferencia esses métodos e abordagens

mentoring

O mercado passou por grandes mudanças nas últimas décadas, tornando-se mais competitivo, com clientes exigentes e produtos similares.    

Em razão disso, o atendimento virou um diferencial estratégico, o que levou ao surgimento de um novo profissional cujo objetivo é treinar pessoas para encarar essa nova realidade: o Mentor Profissional. 

Desde então, os treinamentos defasados deram lugar a métodos práticos que criam relações sólidas e geram resultados consistentes para o Mentor e para o Mentorado (Mentee). 

Porém, ainda existe muita confusão em relação ao processo de Coaching e de Mentoring (Mentoria).  

Se você tem dúvidas em relação a esses processos e suas características, continue lendo.

Coaching e Mentoring: métodos e técnicas diferentes

Coachinge Mentoringsãométodos e técnicas relacionados à gestão de pessoas e à aceleração da carreira, com foco na construção de talentos e no crescimento e evolução de profissionais.

Embora sejam direcionados para o desenvolvimento pessoal e profissional, esses processos utilizam metodologias e abordagens diferentes para alcançar os objetivos do Coachee e do Mentee.  

Antes de aprofundarmos esse assunto, é necessário definir o que é Coaching e Mentoring. 

Coaching é um programa que visa o desenvolvimento da capacidade e da habilidade de cada pessoa, sendo que o Coach não precisa conhecer a área foco do cliente.

Já o Mentoring conta com um Mentor experiente e qualificado na área de atuação do Mentee, tendo, portanto, mais condições de ajudar o Mentorado a obter melhores resultados e mais retorno financeiro.

Mentoring Profissional: o que é?

O Mentoring Profissional é um método que envolve um profissional experiente (Mentor) e um profissional menos experiente (Mentee).

De forma generalizada, o Mentoring Profissional tem o objetivo de estimular o desenvolvimento e o aprendizado do Mentee na carreira. 

Ou seja, é uma espécie de tutoria que prepara o Mentorado para crescer na carreira e/ou na empresa e dominar conhecimento e valor de conteúdo, com o propósito de levá-lo a identificar seus objetivos. 

Isso tudo se dá a partir de uma estratégia ágil, eficiente, assertiva e inteligente que conduz o Mentee a conquistar suas metas, evidenciando e estimulando as competências dele.   

É, sobretudo, um processo em que o Mentor se coloca à disposição para encontrar soluções com o Mentorado e descobrir e aprender novidades.

Uma ótima Mentoria é aquela em que o Mentor está de olho nas inovações, e conhece a fundo o mercado e o modelo de negócio em que o mentee atua.

Logo, é um processo em que o Mentor precisa…

  • Se colocar no lugar do Mentorado 
  • Ter empatia pelo Mentee
  • Identificar as principais fraquezas do Mentorado 
  • Estimular o Mentee a se questionar
  • Buscar soluções para o Mentorado

Enfim, quando há uma relação de apoio e suporte social bem-aplicados, o Mentoring dá visibilidade ao Mentorado.

Logo  é correto afirmar que a Mentoria é uma poderosa ferramenta de crescimento individual e organizacional. 

É orientação! Não é conselho!

Motivos que levam a buscar uma Mentoria Profissional

  • Momento de entrar no mercado
  • Insatisfação na atual carreira
  • Vontade de mudar de área
  • Transição de cargos
  • Posições de lideranças à vista
  • Iminência de grandes projetos
  • Desejo de desenvolver habilidades, como expandir uma empresa em nível internacional.

Quem pode desenvolver um processo de Mentoring?

Qualquer pessoa, desde que tenha experiência e qualificação para desenvolver e conduzir metodologias e técnicas de Mentoria. 

Se você tiver o domínio de apenas uma delas, prepare-se para fracassar.

Para que isso seja evitado – e o Mentee alcance seus objetivos -, é necessário que o Mentor seja um profissional que saiba…

  • Desenvolver o potencial do cliente
  • Descobrir as habilidades que precisam ser trabalhadas
  • Mapear e transformar limitadores

E isso tudo envolve reuniões, metas, acompanhamentos, metodologias e avaliações com seriedade, comprometimento e dedicação.

Mesmo que o Mentor seja de qualquer área de formação e atuação ou  especializado em um nicho, ele precisa sempre buscar…

  • Formação, para aprimorar seus conhecimentos
  • Especialização (participações em cursos de desenvolvimento pessoal em sua área de formação) 
  • Participações em feiras, encontros, palestras, treinamentos e congressos
  • Ter método
  • Definir quem será seu cliente e direcionar para o Mentee sua estratégia de venda
  • Ser honesto para perceber sua área de atuação de acordo com sua capacidade
  • Procurar instituições de referência na formação de mentores e pesquisar sobre elas
  • Entender seus programas e metodologias
  • Conversar com quem está há mais tempo no mercado
  • Estar disposto a aprender 

Sem experiência e método, é quase impossível atingir os objetivos do Mentorado.

Ferramentas que podem ser usadas em uma Mentoria

Janela de Johari

É uma ferramenta conceitual cujo objetivo é auxiliar no entendimento da comunicação interpessoal e nos relacionamentos com um grupo.

Canais de Comunicação

O ideal é se comunicar pelos canais visual, auditivo e cinestésico, adaptando a linguagem de acordo com a preferência do interlocutor. Isso gera uma comunicação objetiva, eficaz e fácil de entender

Rapport

Trata-se de uma técnica que visa harmonizar a comunicação, o que permite  que o Mentor encontre o Mentorado utilizando o modelo que está no mundo. Quando a comunicação é estabelecida, inicia uma espécie de “dança” em que as pessoas refletem seu comportamento verbal e não verbal.

Escuta Ativa

Essa ferramenta consiste na transmissão de uma mensagem em que a outra pessoa ouve, compreende e interpreta as informações de forma verbal e não verbal.

Backtracking

É a habilidade de reafirmar pontos-chaves, usando as palavras das pessoas que estão interagindo com o Mentor e acompanhando-as com o mesmo tom de voz e linguagem corporal.

Lócus de Controle

Está relacionada ao grau em que as pessoas sentem não ter controle sobre os eventos que influenciam suas vidas.

Além dessas ferramentas, existe um recurso no Linkedin que atua como uma espécie de Mentoria, e é conhecido como “Aconselhamento Profissional”. 

Esse recurso conecta a pessoa a profissionais experientes que estejam em cargos nos quais ela queira se especializar ou estabelecer contato na área de atuação dela.  

Logo, é possível afirmar que o aprendizado e o desenvolvimento do Mentee ocorrem por meio de vários estímulos. 

Porém, é necessário garantir a combinação de métodos baseados no conceito 70/20/10,  desenvolvido  por  Morgan Mc Call, Robert W. Eichinger e Michael M.Lombrado.

O método consiste no…

  • Aumento da troca de experiências
  • Experiências de aprendizado agradáveis
  • Diversidade de conhecimentos
  • Aumento do conhecimento corporativo (Gestão do Conhecimento)
  • Integração de colegas (networking)

Esse conceito se divide na seguinte proporção…

  • 70% de aprendizado prático
  • 20% de feedbacks, orientação ou modelos de comportamentos
  • 10% de teoria, livros ou filmes 

Nós, da Global Mentoring Group, oferecemos cursos presenciais e on-line para você se tornar um Mentor Extraordinário. 

São cursos práticos e rápidos divididos em módulos, que se adaptam à disponibilidade do aluno. 

Temos certeza que, ao terminar o curso, você estará preparado para…

  • Planejar o nicho em que você quer mentorar
  • Perceber o momento oportuno para falar do seu trabalho
  • Identificar quem são as pessoas, o que elas precisam e qual o papel do Mentor

E não esqueça: busque sempre conhecimento, pois, assim, você terá um diferencial competitivo no mercado. 

Continue acompanhando nosso site e compartilhe este artigo com pessoas que tenham interesse no assunto. 

You may also like

Banner Community

Leia mais