Cultura e modo de vida no Vale do Silício

Publicado em: 30/05/2018
Autor: admin
Assunto: Novidades
Tempo de leitura: 2 minutos

A maior parte da população é formada por imigrantes de outros países: México, Índia, China, Vietnam, Filipinas, etc. Viver no vale é um exercício de diversidade e tolerância, com gente do mundo inteiro. Essa experiência é visível na variedade de restaurantes, arquitetura, vestuário, etc.
Materialmente falando, a vida no Vale é mais confortável que em outros lugares. Há mais espaços abertos e públicos e é mais seguro também. Claro que a violência existe, porém, não com tanto alarde quanto em uma capital brasileira, por exemplo. Lembro que em uma das minhas viagens em 2012, fiquei inseguro pois iria ficar em San Francisco em uma região conhecida como “tenderloin” ou contrafilé no português, reconhecidamente perigosa pelos moradores e ao pesquisar em um site que mede a criminalidade na Califórnia percebi que mais de 90% das ocorrências relatadas pelos moradores daquela região estavam ligadas a som alto e brigas de casal, resolvi continuar por lá e não me arrependi pois a única coisa que vi foram mendigos atraídos pelas instituições mantidas pelo próprio governo que os alimentam e hospedam durante a noite (algo relatado pelo filme de 2006 “Em busca da felicidade” com Will Smith).
Sobre a comunidade brasileira presente na região, não sabemos seu tamanho exato, por que ela inclui imigrantes sem documentação e imigrantes transitórios que vão para ficar por tempo limitado. Mas existe uma comunidade emergente de brasileiros ligados a Universidade de Stanford e a tecnologia do Silicon Valley bastante numerosa.
Nas relações de trabalho, a cultura é “anti-mainstream” e casual. Não se usa gravata. Não é incomum encontrar gente de chinelo de dedo no escritório. Algumas empresas, como a Zynga, por exemplo, permitem até que você leve seu animal de estimação para o trabalho. Na Mozilla Foundation são usadas várias tecnologias para apoiar o trabalho de casa, mas em várias empresas como, por exemplo, o Google os benefícios para quem vai trabalhar na sede também são numerosos e incluem: refeitório, lavanderia, creche para filhos de funcionários e por aí vai.
Para saber mais sobre o Vale do Silício, visite o nosso artigo principal com todos os detalhes sobre a região, clicando aqui.

Outros conteúdos