Conheça os principais hábitos dos mentores bem sucedidos

Mentoria é uma palavra que está em alta. Esse termo vem sendo massificado por diversos profissionais e é claro que algumas pessoas se posicionam de maneira mais séria e comprometida com relação a isso, de forma que fique evidente na postura do profissional.

Com isso, depois que acompanhar mais de 2500 mentores é possível distinguir os que estão alinhados à profissão e aqueles que não estão envolvidos plenamente com a arte de mentorar e acompanhar profissionais rumo ao sucesso. Para isso, existem alguns hábitos que fazem toda a diferença, levam ao crescimento e ajudam a obter mais concentração. Conheça alguns deles.

Meditação: ao não praticar a meditação, os resultados de um mentor podem ser muito aquém do esperado. Isso pode ocorrer pois, mesmo com toda a experiência e bagagem, o corpo necessita de tempo e relaxamento, que pode ser adquirido com a prática.

O início pode ser difícil especialmente devido à concentração exigida pelo método, mas uma boa dica para começar é ter um ponto de visão fixo durante a atividade. Com os olhos fixos, passe a analisar o local com cuidado por alguns minutos e, enquanto os pensamentos correm na mente, tente descartá-los e foque no ponto escolhido.

É comum que os indivíduos cercados por muitas informações e pessoas tenham maior dificuldade, mas a consistência leva ao sucesso. Costumo meditar no início e no meio do dia, o que traz mais tranquilidade e energia para seguir com o trabalho.

Atividade física: realizar exercícios físicos funciona como uma maneira de esclarecer situações e até mesmo limpar a mente. A produção de endorfina, além de causar prazer, também ajuda em questões de foco e concentração.
Independente da prática escolhida (corrida, natação, musculação, etc.), todas resultam em maior produtividade e qualidade de vida. A melhor maneira de começar, mesmo para os sedentários, é com a caminhada, um exercício simples e que não exige grandes preparações.

Também é importante iniciar sem tanta pressão ou atividades pesadas, uma vez que ela precisa se tornar um hábito agradável e que permita o rendimento no trabalho e na vida pessoal também. Busque por práticas que se encaixem no seu estilo de vida.

Alimentação: cuidar da alimentação é fundamental para ter bons resultados tanto no trabalho como na vida pessoal. Eu, por exemplo, passei a ingerir menos carne vermelha, pois entendo que o meu corpo funciona melhor dessa forma. É preciso observar o comportamento do corpo de acordo com a alimentação, visto que muitas vezes comemos por prazer e não para saciar a fome de fato.

Nenhum dos hábitos mencionados é ligado somente a mentoria, mas todos são importantes para realizar um bom trabalho e ter mais qualidade de vida. Cuidar do próprio corpo também é uma forma de tratar a mente e, consequentemente, oferecer o melhor para os mentorados.